• Dr. Edson Missau Jr.

Estou com muita pele sobrando após o emagrecimento. O que posso fazer?



Depois de qualquer perda substancial de peso (seja através da reeducação alimentar, exercícios físicos ou através da cirurgia bariátrica), muitas vezes a pele e os tecidos não se adequam mais ao tamanho reduzido do corpo.


A pele fica sem sustentação, logo os braços ficam flácidos; as mamas podem se achatar (deixando os mamilos apontados para baixo); o abdômen pode se estender para as laterais e pela zona inferior das costas; as nádegas, virilha e coxas também podem apresentar flacidez e bolsas suspensas de pele.


A intervenção cirúrgica de contorno corporal, após grande perda de peso, melhora a forma e o tônus do tecido subjacente, que sustenta gordura e pele, e remove o excesso de gordura e flacidez da pele. O resultado é uma aparência mais natural do corpo, com contornos suaves. Esta é, em essência, a fase final do processo de perda de peso.


Por isso, antes de decidir submeter-se à cirurgia plástica para a retirada de pele, o(a) paciente deve estar com o peso estabilizado, pois, caso continue a emagrecer, a flacidez pode reaparecer, ou se, pelo contrário, o peso perdido for recuperado, a pele, já enfraquecida, passará por um processo de estresse, ocasionando estrias e cicatrizes alargadas.


Os procedimentos cirúrgicos mais procurados por pacientes que sofreram com a obesidade são:

• Flancoplastia: elimina pele flácida dos flancos e dorso, elevando também a região glútea e culotes.

• Abdominoplastia: elimina a pele flácida do abdômen. • Mamoplastia: retira o excesso de pele, confere novo volume e reposiciona as mamas. • Braquioplastia: cirurgia realizada nos braços, diminuindo o diâmetro e flacidez. • Lifting de coxas: pode ser com cicatriz na face interna das coxas (Lifting crural) em casos de flacidez localizada na parte alta das coxas, ou com cicatriz em toda extensão da coxa (Lifting total de coxas) quando a flacidez for mais extensa. • Lifting facial: elimina a pele flácida da face e do pescoço. • Lipoaspiração: geralmente associada às cirurgias citadas acima, elimina depósitos de gordura localizada restantes.

Esses procedimentos, na maioria dos casos, são feitos isoladamente. Mas, em alguns casos, podem ser associados conforme recomendação do cirurgião plástico.


A cirurgia plástica pós-bariátrica ou pós emagrecimento é, geralmente, realizada em etapas, e os primeiros resultados são visíveis imediatamente. No entanto, podem levar até dois anos ou mais para que o novo contorno corporal apareça totalmente. A manutenção desse novo contorno depende da preservação de um peso estável, do tipo de pele e de características hereditárias do(a) paciente. Com o envelhecimento, entretanto, é natural que o corpo perca a firmeza gradativamente.


Após quanto tempo um paciente bariátrico pode passar por esta cirurgia plástica?

Para submeter-se a cirurgia plástica o paciente pós-bariátrico deve estar com o peso estável por, pelo menos, 3 a 6 meses. A estabilização do peso acontece normalmente, por volta de 12 a 18 meses após a cirurgia. Alguns pacientes podem estabilizar o peso antes deste tempo, mas não é comum.


Como o paciente pode manter os resultados desta cirurgia plástica?

Para evitar o “efeito sanfona”, é necessária uma alimentação balanceada, com ingestão de proteínas, exercícios físicos regulares, e também o uso de cremes e hidratantes. Converse com seu cirurgião plástico e tire todas as suas dúvidas sobre o pós-operatório.


--


Fontes: SBCP-SC, SBCP


--


Dr. Edson Missau Jr. | Cirurgião Plástico

Atendimento em Porto Alegre, Santa Maria e São Marcos (RS).


--


#cirurgiaplastica #cirurgiaoplastico #flancoplastia #posbariatrica #cirurgiaposbariatrica #emagrecimento #emagrecer #perderpeso #retirarpele #excessodepele

Locais de atendimento:

whatsapp-logo-1.png

Contato:

Acompanhe nas redes sociais:

  • facebook-edson-missau-jr
  • instagram-edson-missau-jr

Cirurgião Plástico em Porto Alegre, Santa Maria e São Marcos / RS