• Dr. Edson Missau Jr.

Grávidas podem realizar Cirurgia Plástica?


cirurgiao-plastico-porto-alegre

Hoje em dia as mulheres quando decidem ser mães, muitas procuram nutricionistas para fazer uma alimentação balanceada e não engordar muito, outras nem mesmo pensam nisso e se rendem ao desejo incontrolável na gravidez. Depois que o bebê nasce, o público feminino fica dividido em fazer dieta, queimar o excesso de peso ou fazer cirurgias plásticas, que podem garantir resultados imediatos.

Após a gravidez, muitas esperam recuperar o peso para “ontem". Mas a regra é manter a calma e paciência, pois mesmo que você esteja com sobrepeso, não é recomendável fazer nenhum tipo de cirurgia plástica logo após o parto. Isso tudo porque o corpo da mãe precisa encolher com o inchaço e as mudanças hormonais que ocorrem durante a gravidez. Antes de decidir tomar medidas mais severas, deixe o corpo retornar ao seu estado anterior. Por exemplo, a lipoaspiração é permitida um ano após o parto, em média.

A região das mamas também não fica longe das mulheres, muitas se submetem a uma cirurgia para implante de próteses de silicone antes do final do período de amamentação. Nesse caso, o procedimento só é liberado em média 8 meses após o parto.


Conheça 2 mitos sobre cirurgia plástica e gravidez:


A cirurgia plástica da mama pode ser realizada logo após o nascimento do bebê? Falso! Cada corpo é diferente, e o menor tempo para o corpo de uma mulher voltar ao normal após a gravidez é de oito meses. Portanto, a cirurgia estética não deve ser realizada antes disso. Se você deseja elevar, abaixar ou ajustar a mama, é necessário aguardar o final da amamentação. O tempo de cada mãe e bebê pode ser diferente. Os especialistas recomendam aguardar a passagem dessa fase, pois só assim as mamas terão certas características após a mamada.


A cirurgia plástica pode eliminar completamente a pele solta após a gravidez: Falso! Muitas mulheres procuram cirurgia plástica para mudar sua aparência após a gravidez. Para retirar o excesso de pele, a lipoaspiração e a abdominoplastia são altamente recomendadas. Não se limitando a isso, essas cirurgias também ajudam a reduzir os aspectos frágeis da pele e cicatrizes. Apesar dos resultados animadores, ainda não há garantia de que 100% da pele não ficará solta após a gravidez. Os especialistas enfatizam que também é importante que as mães considerem a possibilidade da cirurgia quando não quiserem ter mais filhos, pois como o corpo vai mudando, os resultados nem sempre atendem às expectativas.


Existem muitas “teorias” quando o assunto é gravidez e cirurgia plástica, o que é recomendado é sempre buscar por um profissional qualificado que estará avaliando casos e casos. Uma dica importante é respeitar os limites do seu corpo nesse período, por isso tenha calma e faça um acompanhamento para que tudo ocorra com sucesso.


Fonte: SBCP


--


Dr. Edson Missau Jr. | Cirurgião Plástico

Atendimento em Porto Alegre, Santa Maria e São Marcos (RS).


--


#cirurgia #autoestima #cirurgiaplastica #cirurgiaoplastico #cirurgiaoplasticoportoalegre